Contabilidade para

Construção Civil

Contabilidade na construção civil?

Conheça as 5 dicas práticas que a Wisecont preparou para você!

Antes mesmo de escolher um escritório de contabilidade, se faz necessário entender a importância da contabilidade na construção civil pois é essencial para realizar da melhor forma o controle dos custos e despesas de uma obra e minimizar esses gastos operacionais, assim como obrigações fiscais inerentes à atividade.

Realizar um controle contábil da forma adequada garante a visualização de possíveis desperdícios, facilitando a tomada de medidas para evitá-los e garantindo, assim, a máxima eficiência de uma obra.

Neste conteúdo exclusivo preparado por nosso time especializado Wisecont, vamos listar as principais boas práticas de contabilidade no contexto da construção civil e como aplicá-las. Continue conosco e confira!

A contabilidade na construção civil

A construção civil não é uma indústria como as outras; existem diversas particularidades que devem ser observadas na hora de aplicar as técnicas contábeis e cumprimento de obrigações acessórias junto ao Fisco. Empresas do setor de construção civil contam com diferentes aspectos contábeis em relação à formação de estoque, plano de contas, rateio de custos e receitas auferidas, por exemplo.

Além disso, esse ramo passa por uma série de transformações que exigem que o profissional contábil tenha uma grande atenção ao lidar com as contas e permita ser um contador estratégico e consultivo para as construtoras e equiparadas do setor.

As melhores práticas

Por conta de sua diferenciação e particularidades, as empresas que atuam no ramo da construção civil têm de se atentar às melhores práticas diárias de uma empresa de contabilidade e seus parâmetros contábeis para garantir o cumprimento de todas as suas obrigações fiscais e gerir seu patrimônio da melhor forma. Confira algumas delas nos próximos tópicos.

  1. 1. Centros de custos
  2. Diversas empresas estão optando pela técnica de utilizar centros de custos para melhorar o controle contábil de suas contas. Nesse conceito, as receitas e despesas são auferidas em cada área do negócio ou unidade.

    Se pensarmos em uma construtora que mantém a construção de 4 empreendimentos ao mesmo tempo, podemos dizer que cada um deles representaria um centro de custo — haveria também o centro de custo da sede da empresa.

    Para companhias que trabalham no ramo de construção civil, além de ser uma boa opção para o controle da conta, essa também é uma exigência legal dos órgãos fiscais.

    Devido a isso, é importante dominar essa técnica para evitar qualquer sanção por parte dos órgãos fiscalizadores. O ideal é contratar um contador interno para empresa.

  3. 2. Plano de contas
  4. O plano de contas é algo semelhante ao fluxo de caixa, presente em empresas que atuam em outros ramos de negócio. É a ferramenta utilizada para realizar o controle financeiro e é fundamental para elaborar os balanços da empresa.

    Ele deve estar de acordo com as peculiaridades do negócio; no caso da construção civil, deve refletir as demandas dessa indústria, elencando as contas do ativo, passivo e resultado.

    Antes mesmo de servir como base para as demonstrações contábeis exigidas por lei pelos órgãos de fiscalização do governo, o plano de contas é um instrumento de administração que permite verificar lucro e prejuízo.

  5. 3. Formação de estoque
  6. Outra particularidade está na formação e controle de estoque. Ao contrário de outras empresas que declaram como estoque apenas produtos, os imóveis também são ativos desse tipo para as indústrias de construção civil.

    De acordo com as normas da contabilidade brasileira, empresas desse ramo podem declarar no seu controle apenas imóveis em construção, concluídos ou materiais para utilização nas obras.

    Terrenos ou frações de terra devem constar no grupo de contas de estoque dentro de "Terrenos a comercializar". A partir do momento em que uma construção começa no local, move-se esse ativo para "Custo de terreno" (ainda dentro da conta de estoque).

    Após a conclusão da construção e a obtenção do Habite-se —, documento de liberação de responsabilidade da prefeitura —, deve-se levar o registro para a conta "Imóveis em estoque".

  7. 4. Planilhas de custo e controle
  8. As planilhas de custo são documentos que têm o objetivo de realizar um controle efetivo acerca de todos os gastos realizados em uma determinada obra e evitar o prejuízo.

    A organização é um ponto essencial para garantir que todos os prazos definidos em projetos para uma determinada obra sejam alcançados e nenhum problema financeiro ou de atraso comprometa seu sucesso.

    Algumas empresas ainda optam pela utilização de planilhas comuns; porém, softwares de gestão são muito mais eficazes e proporcionam diversas vantagens, como o compartilhamento de informações.

    Esse tipo de planilha costuma ser bem detalhada e conta com descrições completas sobre o serviço realizado, seus custos e lucro esperado. Você pode encontrar modelos para esse documento na internet, mas, devido ao grande número de cálculo, é preciso entender de contabilidade para utilizá-los.

    O ideal é optar por sistemas de gestão, que automatizam tarefas e possibilitam um melhor controle de todas as atividades exercidas pelos profissionais da sua empresa.

  9. 5. Auditoria interna
  10. Outra prática contábil de suma importância na construção civil é a auditoria interna. Podemos conceituar esse processo como uma verificação completa de todas as atividades para identificar possíveis falhas.

    O objetivo principal da auditoria interna é encontrar pontos de melhoria e desperdício. Assim, pode-se buscar as causas de um determinado fenômeno e evitar que ele se repita.

    Esse processo pode ser realizado por contadores externos, de uma empresa contratada para realizar a auditoria, ou por algum profissional com grande conhecimento na área contábil lotado na empresa.

    Profissionais externos têm uma maior capacidade de observar o negócio e identificar mais rapidamente as falhas dos processos contábeis da empresa. Sendo assim, o ideal é terceirizar a auditoria.

    Antes de realizar o processo é preciso listar todas as atividades contábeis e dar acesso irrestrito aos contadores para que possam avaliar com o máximo de acertos toda a contabilidade da empresa.

    A importância da figura do contador ou escritório de contabilidade

    Como você pôde perceber, citamos a figura do contador algumas vezes ao longo do texto. Esse profissional é essencial dentro de uma empresa de construção civil.

    Isso porque, como dito, esse ramo de atuação tem diversas particularidades que exigem uma maior atenção e concentração do profissional, além de conhecimento específico do negócio a Wisecont é uma empresa especializada em empresas da construção civil.

    Sendo assim, a contratação de profissionais terceirizados é a melhor opção para empresas desse tipo desde que especialistas neste segmento. O ideal é contratar um escritório de contabilidade, que possa se dedicar intensamente aos processos contábeis do seu negócio.

    A contabilidade na construção civil é um desafio a ser vencido. Além das exigências fiscais impostas ao setor, existe também a complexidade de lidar com todas as suas peculiaridades.

    E aí vamos juntos nessa jornada?

Equipe especializada
Garantia de Resultado
Orientação detalhada

Fale com um especialista,

Agende uma reunião!

WhatsApp